Sêneca

Sêneca – Sobre a brevidade da vida

Quem foi Sêneca?

Você já ouviu falar de SSênecaêneca? Pois ele já falava há 2.000 anos sobre a questão do uso do tempo.

Quem é que não vive em uma correria sem fim e não desejaria ter mais tempo? Neste ponto, sou o primeiro da lista e a maioria das pessoas que convive comigo também sofre do mesmo problema: a escassez de tempo.

Pode parecer que este é um problema de nossa sociedade moderna, mas isto não é verdade. O livro “Sobre a brevidade da vida”, escrito por volta do ano 49 (isso mesmo, apenas alguns anos após a morte de Jesus Cristo), é extremamente atual sobre a questão. Recomendo a leitura a todos.

O texto foi escrito por um filósofo do império Romano chamado Lúcio Aneu Sêneca (4 a.C – 65 d.C) e na verdade era uma carta direcionada a seu sogro, Pompeius Paulinus, que ocupava um cargo de prestígio em Roma. Sêneca estava tentando convencê-lo a abandonar o seu posto para se dedicar à filosofia.

Sêneca e o aproveitamento do tempo

Um ponto que me chamou a atenção no texto é aquele em que Sêneca faz uma observação de que as pessoas se aborrecem quando perdem o dinheiro ou os bens, porém geralmente não se importam quando lhe tomam o tempo.

O detalhe importante é que dinheiro e bens materiais nós podemos obter novamente, mas o tempo nunca retorna.

O tempo é algo que inexoravelmente está dia após dia sendo debitado de nossa “conta corrente”.

Pense bem, não sabemos se vamos estar vivos amanhã, não é mesmo? Neste ponto, não deveríamos ser muito mais zelosos com o nosso tempo e sobre o modo como o aplicamos?

Vamos pensar nas horas que gastamos em frente à televisão, apenas mudando de um canal para outro, ou mesmo no trabalho fazendo atividade que não geram resultados. Quanto tempo nós desperdiçamos inutilmente.

Ficamos correndo de um lado para outro em nossas atividades e obrigações cotidianas e deixamos para mais tarde ou algum dia no futuro aquilo que realmente gostaríamos de fazer.

Reflita agora mesmo, o que é que você realmente deseja fazer há muito tempo mas tem deixado para depois porque agora não tem tempo?

Lembre-se do seu sonho que está praticamente enterrado e compare com suas atividades atuais (sugiro que escreva em um papel). Coloque na balança e defina o que é realmente importante para a sua vida?

Você vai deixar para fazer isto quando se aposentar? Será que vai dar tempo?

Por este motivo é importante refletirmos e adotarmos, o quanto antes, alguma ação a este respeito.

Desejo a todos uma boa reflexão!

TREINAMENTO GRATUITO

"Você é o resultado do que pensa"

 

 

 

Quero me inscrever agora

Facebook

Twitter

YouTube

E-mail

Send this to a friend