Quer descobrir os passos exatos para mudar seus pensamentos e atingir o sucesso?

Mesmo que você já tenha fracassado antes.

Se você está ansioso, algo te incomoda, ou sente que ainda falta alguma coisa para ser feliz, então provavelmente está com a perspectiva errada sobre o que é felicidade.

Saiba que é possível você sair do baixo astral e sentir felicidade ainda hoje. Em algumas situações não é fácil, mas com algumas atitudes simples tudo pode mudar.

Claro, eu sei que boa parte do estado de felicidade é determinado por nossos genes. Algumas pessoas precisam de acompanhamento médico para sair de uma depressão profunda, por exemplo.

Mas se você não sofre de depressão profunda e mesmo assim a ansiedade e melancolia te incomodam, então os passos que vou apresentar irão te ajudar a desenvolver um estado de felicidade natural.

Quando eu tinha cinco anos, minha mãe sempre dizia que felicidade era o segredo da vida.  Quando eu fui para a escola, eles me perguntaram o que eu queria ser quando crescer. Eu escrevi “Feliz”. Eles me disseram que eu não tinha entendido a tarefa, e eu disse que eles que não entenderam a vida.

– Eric Barker

1) Desenvolva a gratidão

Os benefícios de sentirmos gratidão são muitos. Quando se pratica diariamente ao menos cinco minutos escrevendo ou meditando sobre as coisas pelas quais somos gratos, isto ativa um ciclo virtuoso positivo em nossas mentes.

A gratidão é uma maneira prática de olhar a parte cheia do copo e não focar na parte fazia.

O estado de gratidão melhora:

  • O nosso estado emocional;
  • A nossa personalidade;
  • A nossa saúde;
  • Nossas relações sociais;
  • A nossa carreira e desenvolvimento profissional.

A pratica da gratidão é realmente o primeiro passo para uma vida feliz.

Para se aprofundar nos benefícios desta prática recomento o artigo de Jeferson Peres intitulado:  Você pratica a gratidão?

2) Dedique-se no que você é bom e gosta de fazer.

É inevitável termos que fazer coisas das quais não gostamos. Isso faz parte da vida e ocorre com ricos, classe média ou pobres.

Porém, fico espantado quando vejo pessoas com sonhos e desejos mas não movem uma palha sequer na direção do que gostam.

Sempre existe uma desculpa.

Se dedicar em coisas que você é bom e gosta é um combustível fundamental para levar adiante as tarefas que você é obrigado a fazer.

Talvez você tenha pouco tempo para fazer o que gosta. Mesmo assim, por menor que seja o seu tempo, dedique uma parte do dia para o que gosta de fazer.

Podem ser meros 5 minutos, mas comece. Ainda hoje.

A ideia aqui é começar com pouco tempo e aos poucos ir aumentando. Até chegar um dia em que você possa estar fazendo mais coisas que gosta, do que as que não gosta.

Nunca iremos eliminar as coisas que não gostamos. Elas fazem parte da vida. Mas cabe a você ter a intenção e lutar para que as coisas que você gosta sejam a maioria.

3) Invista boa parte do seu tempo com as pessoas que você gosta.

Imagine você sozinho numa ilha em uma situação parecida com a do filme Náufrago.

Mas agora imagine uma situação um pouco diferente a do filme. Você tem comida, água em abundancia e não possui nenhum problema de saúde.

Do que sentirá falta?

Sim, a maioria das pessoas sentirão falta de outras pessoas. De seus amigos.

Passar tempo de qualidade com quem você gosta é um combustível para a felicidade. E quando dedicar este tempo, largue um pouco o celular. Conecte-se de verdade com a outra pessoa.

Você verá como isto fará toda a diferença.

4) Dinheiro resolve mas não é tudo.

Sim, dinheiro traz a felicidade. Isto porque, se pensarmos no oposto, a ausência total de dinheiro traz infelicidade, preocupações e privações.

Mas depois de uma certa quantia de dinheiro ele não irá trazer mais felicidade.

Ou seja, uma vez que suas necessidades básicas de comida, abrigo e afeto estão sendo atendidas, ganhar mais dinheiro não irá garantir uma felicidade extra.

Na verdade pode até atrapalhar. Muito dinheiro irá atrapalhar caso ele aumente suas preocupações. O dinheiro deve ser um facilitador, mas não um fim em si mesmo.

Se o dinheiro te rouba seu tempo e sua saúde, então ele se tornou uma maldição. Você se tornou um escravo. Liberte-se e use o dinheiro em seu favor e não o contrario.

O caminho mais fácil e conectar-se com o simples.

5) Seja generoso.

Quando ajudamos outra pessoa ficamos feliz. Simples assim. A generosidade tem diversas formas.

Pode ser uma conversa, uma doação, dedicar-se num projeto comunitário. Até um bilhete de agradecimento é uma forma de generosidade.

Escolha uma pessoa e envie para ela um bilhete de agradecimento por alguma coisa. Mesmo que simples. Agradeça por escrito por sua amizade.

Certamente a pessoa ficará feliz e irá te agradecer de volta.

Com não ficar feliz numa situação assim?

6) Lembre-se, a vida é curta então aproveite o momento.

Pensar que vamos morrer um dia é, como dizia Steve Jobs, um grande impulso para não deixarmos certas coisas para depois.

Mas também não fique desesperado, apenas reconheça esta realidade e perceba o momento atual.

Perceba o agora. Onde você está neste momento? Quem são as pessoas próxima de você neste momento?

Como você pode aproveitar este eterno agora da melhor maneira possível. Se preocupe menos com o futuro e execute ainda hoje aquilo que te motiva.

Quem garante que estaremos vivos amanhã?

7) Ame a batalha e luta do dia a dia.

Quando lembramos de uma situação difícil pela qual passamos, geralmente sentimos uma certa satisfação por ter vencido e passado de alguma forma por aquele desafio, não é verdade?

Aquele trabalho árduo? As noites mal dormidas por nossos filhos? Aquele período de privação?

Por outro lado, coisas que obtivemos de maneira muito fácil por vezes nem lembramos direito.

Portanto, toda vez que estiver passando por uma situação que exige esforço, lembre-se que quando passar por tudo isto você sentirá muita satisfação depois.

Abrace o desafio e “curta” as dificuldades.

Amar a batalha e as dificuldades facilitam a luta. Você passará a ver a dificuldade não como algo a ser evitado, mas como um caminho a ser trilhado para o seu aperfeiçoamento pessoal.

O Ouro se refina pelo fogo e mar calmo nunca fez bom marinheiro.

8) Seja otimista.

Temos duas opção na vida, sermos pessimistas ou otimistas.

Algumas pessoas se defendem dizendo que não são pessimistas mas sim realistas, e claro, as coisas estão piorando.

Neste ponto eu não acredito em meio termo. Ou você é otimista, acredita que pode e irá vencer e as coisas irão melhorar, ou você é pessimista e acredita que nada do seu esforço importa. Tudo é inútil.

Para qual lado devemos pender?

Prefiro ser otimista a ponto de ser chamado de Pollyanna do que ser pessimista.

O motivo?

Simplesmente porque é divertido ser otimista e me faz feliz.

Como diria Henry Ford.

Se você pensa que pode, ou se pensa que não pode, de qualquer modo está certo.

9) Durma adequadamente,  alimente-se bem e hidrate-se.

Dormir pouco e se alimentar mal é o caminho mais curto para o mau humor.

É possível ser feliz com uma pessoa mal-humorada?

Ninguém pode sair impune se negligenciar o sono ou a alimentação e mais cedo ou mais tarde o seu corpo irá cobrar com juros e correção monetária.

A boa noticia é que nosso corpo, depois que mudarmos nossa atitude, tem a incrível capacidade de se regenerar e nos fornecer uma anistia dos vícios do passado.

Então se você mudar hoje, ainda pode dar tempo. Este é um passo certeiro para a felicidade.

10) Lembre-se que tudo passa.

Certa vez um pai entregou um envelope para seu filho. Disse ao filho que abrisse apenas em duas condições:

– Depois que tivesse morrido e num momento de extrema alegria ou tristeza.

O filho ficou muito curioso pelo conteúdo, mas mesmo assim guardou a carta. Muitos anos depois o pai faleceu, mas neste dia o filho não se lembrou do envelope. Apenas se lembrou do envelope com a mensagem muitos anos depois quando algo extremo ocorreu em sua vida.

Não se sabe se este acontecimento extremo foi algo que gerou muita felicidade ou tristeza para aquele filho.

Mas ao abrir o envelope ficou extremamente surpreso, pois encontrou apenas duas palavras num singelo bilhete.

Tudo passa.

Esta história nos ensina a não nos identificarmos com situações extremas de muita felicidade ou muita tristeza. Os extremos são perigosos.

Se uma desgraça ocorrer em sua vida, saiba que isso vai passar.

Por outro lado se ocorrer um momento de extrema felicidade, saiba que isto também vai passar.

O pai desejava ensinar ao filho que o equilíbrio é a melhor posição, independente se o evento é bom ou ruim.

Se for um acontecimento bom fique feliz mas não se iluda, a euforia irá passar. Se for ruim, não se desespere, a dificuldade também irá passar.

Aprender a não criar muita expectativa para grandes eventos ou problemas nos faz ficar mais conectado ao presente. Sem nos iludirmos ou desesperarmos.

Ou seja, quanto mais conectados ao agora mais permanecem o equilíbrio e a felicidade.

11) Evite os grandes arrependimentos da vida.

Você sabe quais são os cinco maiores arrependimentos das pessoas que estão a beira do morte?

Este são pontos que valem a pena nunca esquecermos:

  1. Eu desejava ter tido a coragem de ter vivido uma vida verdadeira, não a vida que os outros esperavam de mim.
  2. Eu desejava não ter trabalhado tanto.
  3. Eu desejava ter tido coragem de expressar meus sentimentos.
  4. Eu desejava ter mantido contato com meus amigos.
  5. Eu desejava ter sido mais feliz comigo mesmo.

Apenas o exercício para afastar estes cinco arrependimentos de sua vida, irá mudar seu estado emocional para melhor.

Qual a minha sugestão? Execute o passo 12, ainda hoje.

12) Entre em ação e seja feliz.

  1. Faça hoje algo que você goste, e não porque outros esperam isto de você.
  2. Escolha um dia da semana e trabalhe menos. Saia no horário.
  3. Aproveite que trabalhou menos e expresse seu sentimento para alguém importante.
  4. Telefone para um amigo e marque um café.
  5. Caminhe sozinho num parque público perto da natureza e sinta-se feliz consigo mesmo. Agradeça. 

Comente abaixo; qual a coisa trivial que te faz feliz?